02 Julho 2022, 13:03

Salvador Sobral atua nas comemorações dos 449 anos da elevação de Lagos a cidade

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Um concerto de Salvador Sobral e uma exposição de 49 artistas locais integram as comemorações do Dia da Cidade de Lagos, no distrito de Faro, entre quinta-feira e sábado, anunciou a Câmara Municipal.

Organizadas para assinalar os 449 anos da elevação de vila a cidade, a 27 de janeiro de 1573, por El Rei D. Sebastião, as festividades estendem-se por três dias, com iniciativas culturais e recreativas alusivas à data história de uma das mais importantes cidades algarvias do período dos Descobrimentos portugueses.

Para assinalar a efeméride, a programação arranca na próxima quinta-feira, pelas 17:00, no auditório dos Paços do Concelho, com a apresentação do livro “Baía de Lagos — comida do mar”, obra que pretende ser uma homenagem à gastronomia local com ligações ao mar.

No mesmo dia, a Orquestra Clássica do Sul reúne-se no palco do Centro Cultural, às 19:00, para o concerto “Contrastes e Afinidades”, no qual vão interpretar músicas dos compositores Johann Sebastian Bach, Igor Stravinsky e Wolfgang Amadeus Mozart.

O mesmo palco recebe na sexta-feira, às 21:30, o vencedor dos festivais RTP da Canção e da Eurovisão da Canção de 2017, o músico Salvador Sobral, que vai apresentar “bpm”, o seu mais recente trabalho discográfico.

Já no sábado, a programação inclui uma visita guiada intitulada “Lagos, D. Sebastião e Memórias”, a palestra “Lagos, Terras do Infante, D. Sebastião e o Sebastianismo”, pelos historiadores Artur de Jesus e José António Martins, e a inauguração da exposição “LocalArte”, no Centro Cultural de Lagos.

A mostra reúne trabalhos de 49 artistas locais e vai ficar patente no Centro Cultural até ao dia 19 de março.

A exibição da curta-metragem “Memórias do Futuro”, projeto elaborado pela associação cultural “A Caravana” nas cidades de Lagos, Santarém e Sever do Vouga, um tributo a todas as avós e à sua experiência e memórias, encerra as comemorações, às 17:00, no Centro Cultural da cidade.

Em comunicado, a autarquia anunciou que durante os três dias de celebrações todos os equipamentos museológicos do concelho poderão ser visitados gratuitamente, naquela que é “uma excelente oportunidade de ficar a conhecer melhor a História e de visitar o renovado Museu de Lagos Dr. José Formosinho”.

As celebrações do 449.º aniversário da elevação de Lagos a cidade “seguirão um rigoroso cumprimento das medidas de saúde em vigor, para segurança e comodidade de todos os participantes”, assegura a autarquia.

 

Sem comentários

deixar um comentário