15 Maio 2022, 01:11

Sébastien Loeb diz que pontuar na estreia no DTM “seria sucesso notável”

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Portimão, Faro, 27 abr 2022 (Lusa) — O piloto francês Sébastien Loeb, antigo campeão mundial de ralis, disse hoje que pontuar na estreia no Campeonato Alemão de Turismos (DTM), que arranca no fim de semana no Autódromo Internacional do Algarve (AIA), “seria um sucesso notável”.


Loeb, de 48 anos, nove vezes campeão do mundo de ralis (WRC), foi convidado para representar a equipa da Red Bull AlfaTauri AF Corse, ao volante do Ferrari 488, nas corridas de sábado e de domingo, em substituição do piloto neozelandês Nick Cassidy.


O gaulês será companheiro de equipa do brasileiro Felipe Fraga, que disputa todo o campeonato.


“O DTM é uma corrida muito exigente, com pilotos de nível elevado, e, se conseguir um resultado com pontos, seria um sucesso notável”, disse à agência Lusa o piloto, durante um encontro com a imprensa no circuito algarvio.


Para o piloto, que soma 80 vitórias e 120 pódios em WRC, a participação na corrida do campeonato alemão de carros de turismo “é um novo desafio, que tem exigido uma grande adaptação da condução e ao carro”.


“Conduzir no asfalto e em pista é muito diferente do que conduzir em gravilha. Como gosto de desafios, aceitei este e tenho conseguido adaptar-me bem ao carro e espero ter uma boa prestação nesta pista maravilhosa do Algarve”, notou.


Sébastian Loeb disse que vai regressar a Portugal em maio (entre 19 e 22) para competir no Rali de Portugal, quarta prova do Mundial de ralis, ao volante do Ford Puma, depois de ter vencido a etapa inaugural em Monte Carlo.


“É sempre um prazer correr em ralis em Portugal, pois são traçados muito técnicos e sinuosos que exigem muito dos pilotos”, concluiu.


Para o ‘patrão’ do DTM, o ex-piloto austríaco de Formula 1 Gerhard Berger, “a presença de um campeão como Sébastian Loeb a acelerar no DTM é motivo de orgulho e motivador para os outros pilotos”.


“Loeb é um exemplo de sucesso nos ralis e acredito que o possa ser também no DTM”, apontou o antigo piloto de F1.


Gerhard Berger, que ao longo da sua carreira representou a ATS, Arrows, Benetton, Ferrari e McLaren, disse que a estreia do DTM em Portugal “deve-se às excelentes condições que o autódromo do Algarve oferece, não só em termos de circuito como de logística, para os pilotos e para as equipas”.


“É um excelente complexo e acredito que esta prova possa continuar aqui no futuro. Não só esta, como outras provas como a F1”, avançou.


A prova de abertura do Campeonato Alemão de Turismos (DTM), que engloba quatro categorias, arranca na sexta-feira, no AIA, com a participação de cerca de 120 pilotos de 80 equipas.



JPC // VR


Lusa/fim

Sem comentários

deixar um comentário