14 Maio 2022, 17:35

Segunda fase da venda de ingressos para o Mundial2022 registou 23,5 milhões de pedidos

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Agora que chegou aqui…

Ao longo do último ano, o MUNDO ATUAL tem conquistado cada vez mais leitores.
Nunca quisemos limitar o acesso aos nossos conteúdos, ao contrário do que fazem outros órgãos de comunicação, e mantivemos sempre todas as notícias, reportagens e entrevistas abertas para que todos as pudessem ler.
Mas precisamos do seu apoio. Para que possamos, diariamente, continuar a oferecer-lhe a melhor informação, não só nacional como local, assim como para podermos fazer mais reportagens e entrevistas do seu interesse.
O MUNDO ATUAL é um órgão de comunicação social independente e isento. E acreditamos que para que possamos continuar o nosso caminho, que tem sido de sucesso e de reconhecimento, é importante que nos possa ajudar neste caminho que iniciámos há um ano.
Desta forma, por tão pouco, com apenas 1€, pode apoiar o MUNDO ATUAL.

Obrigado!

A organização do Campeonato do Mundo de futebol do Qatar, que vai decorrer de 21 de novembro a 18 de dezembro, registou 23,5 milhões de pedidos de ingressos durante a segunda fase de vendas, anunciou hoje a FIFA.

“Os oito países com mais procura são Inglaterra, Arábia Saudita, Argentina, Brasil, Estados Unidos, França, México e Qatar”, refere em comunicado a FIFA.

A segunda fase de vendas, que encerrou ontem, foi lançada em 05 de abril e um sorteio decidirá agora a distribuição dos bilhetes.

Os adeptos argentinos estão entre os mais interessados, com os três jogos da fase de grupos da «alviceleste», frente a México, Polónia e Arábia Saudita, entre os quatro mais requisitados.

“Os subscritores de ingressos serão notificados por e-mail sobre o resultado do seu pedido a partir de 31 de maio”, adianta a FIFA.

Na primeira fase de vendas, organizada entre 19 de janeiro e 08 de fevereiro, já haviam sido alocados 804.186 ingressos e solicitados 17 milhões.

São pouco mais de 3 milhões disponíveis ao todo (2 milhões para venda e 1 milhão reservados para a FIFA e seus parceiros).

Entre 1,2 e 1,4 milhões de pessoas são esperadas no Qatar durante o evento.

Está prevista uma fase final de vendas de ‘última hora’, cujas datas não são conhecidas, segundo o princípio de atribuir o ingresso ao primeiro a solicitar (sem sorteio).

Para os espetadores fora do Qatar, os preços dos ingressos individuais para a primeira fase da prova variam entre 250 e 800 riais catarenses (entre 62 e 200 euros) por jogo. Para a final, os ingressos variam entre 550 e 1.460 euros.

Os preços dos bilhetes reservados aos residentes do Qatar variam de 40 a 750 riais (de 10 a 190 euros) por unidade. Em média, os ingressos são 30 por cento mais caros do que no Mundial anterior, na Rússia, em 2018.

Sem comentários

deixar um comentário