15 Maio 2022, 20:30

Sérgio Conceição diz que castigo de Pepe é “revoltante”

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Agora que chegou aqui…

Ao longo do último ano, o MUNDO ATUAL tem conquistado cada vez mais leitores.
Nunca quisemos limitar o acesso aos nossos conteúdos, ao contrário do que fazem outros órgãos de comunicação, e mantivemos sempre todas as notícias, reportagens e entrevistas abertas para que todos as pudessem ler.
Mas precisamos do seu apoio. Para que possamos, diariamente, continuar a oferecer-lhe a melhor informação, não só nacional como local, assim como para podermos fazer mais reportagens e entrevistas do seu interesse.
O MUNDO ATUAL é um órgão de comunicação social independente e isento. E acreditamos que para que possamos continuar o nosso caminho, que tem sido de sucesso e de reconhecimento, é importante que nos possa ajudar neste caminho que iniciámos há um ano.
Desta forma, por tão pouco, com apenas 1€, pode apoiar o MUNDO ATUAL.

Obrigado!

O treinador do FC Porto considerou hoje “revoltante” o castigo de 23 dias a Pepe, imposto pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, na sequência dos incidentes no jogo com o Sporting, no Dragão, da Primeira Liga.

Na conferência de imprensa de antevisão do jogo da segunda mão das meias-finais da Taça de Portugal, com os «leões», Sérgio Conceição pede, ainda assim, uma resposta positiva da equipa perante a adversidade de ficar privada do capitão.

“É o timing que vocês sabem. Depois de tudo aquilo que se passou, o Pepe é o único de fora. É revoltante, mas isto é o futebol que temos. Vou repetir algo que disse há tempos: acho que não vale tudo para se ganhar”, começou por dizer o treinador dos «dragões», que pediu a união do grupo: “Temos de ter o discernimento e capacidade de juntos sermos ainda mais fortes.”

O treinador da formação «azul e branca» garantiu que está “preocupado” em arranjar uma solução para substituir Pepe, sem pensar no estado de espírito da equipa adversária.

“Não estou minimamente preocupado com o estado de espírito do adversário. Estou preocupado em preparar bem o jogo. O Pepe ia jogar e temos que preparar uma solução. Temos centrais que dão garantias, mas o Pepe é um dos capitães da nossa seleção e que foi decisivo para a nossa ida ao Mundial. Agora somos privados do nosso capitão num momento decisivo. O estado de espírito do rival não tem nada a ver com isso e o Rúben [Amorim] não tem culpa de ter um plantel na máxima força”, garantiu.

O FC Porto recebe o Sporting, às 20h15, no Estádio do Dragão, numa partida da segunda mão das meias-finais da Taça de Portugal, que será arbitrada por Nuno Almeida, da associação do Algarve.

Tags

Sem comentários

deixar um comentário