23 Maio 2022, 00:07

Sérgio Conceição preparou clássico “com entusiasmo e não com euforia”

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Vila Nova de Gaia, Porto, 06 mai 2022 (Lusa) – O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, pediu concentração máxima para o jogo com o Benfica, no sábado, da 33.ª jornada da I Liga de futebol, garantindo que a partida foi preparada “com entusiasmo e não com euforia”.


Em caso de vitória ou empate neste ‘clássico’ da penúltima ronda, os ‘dragões’ garantem a conquista do 30.º título de campeão nacional no seu historial, face à vantagem de seis pontos sobre o Sporting, segundo colocado, que joga pouco depois, em Portimão. Contudo, o técnico portista diz que este será “um jogo importante, tal como todos os outros até aqui”.


“Preparámos apenas o jogo, o resto não é importante. Fizemo-lo com entusiasmo e não com euforia. São coisas diferentes. Analisámos o Benfica nos diferentes contextos, mas cabe-nos olhar sobretudo para nós”, partilhou Sérgio Conceição, na antevisão à partida que se realizará no Estádio da Luz.


O técnico dos ‘azuis e brancos’ reconheceu, ainda assim, que a sua equipa pode, nesta partida, “dar um passo decisivo para conquista do principal objetivo da época”, mas lembrou que “nestes clássicos do futebol português há sempre um lado emocional, que muitas vezes não tem que ver com pontos”.


“O Benfica, mesmo não jogando para a sua classificação final, terá a equipa e os seus adeptos empenhados, e com certeza vão querer deixar uma boa imagem. São sempre partidas equilibradas, e, independente do que fizer o adversário, temos de ter a capacidade de levar o jogo para onde queremos”, analisou.


Questionado se terá algum sabor especial poder festejar a conquista do título no Estádio da Luz, à semelhança do que os ‘dragões’ conseguiram em 2011, o treinador portista voltou a colocar o foco “apenas no jogo”.


“O espaço mais importante onde se ganham os campeonatos é o local onde trabalhamos diariamente, no nosso caso no Olival. Vamos pensar apenas neste jogo, porque o campeonato é feito de 17 partidas em campos diferente, nos jogos no Estádio do Dragão e na preparação no Olival”, resumiu Sérgio Conceição.


Voltando à estratégia para este duelo com os ‘encarnados’, o técnico do FC Porto quer uma equipa “sólida, consistente, que não dependa apenas da ação de um jogador”, esperando um encontro de domínio repartido.


“Haverá momentos em que o Benfica estará por cima, e outros em que seremos nós a dominar, mas o importante é que possamos perceber, como equipa, o que temos de fazer a seguir aos momentos em que possamos estar a sofrer”, vincou.


O treinador dos ‘dragões’ garantiu que “fez parte do trabalho de semana estar atento aos pontos fortes do Benfica”, assumindo uma atenção aos movimentos do avançado Darwin Nuñez, melhor marcador das ‘águias’ e do campeonato, com 26 golos, e deixando elogios à recente carreira da equipa lisboeta.


“Ainda recentemente o Benfica fez três golos na casa de um forte adversário [Liverpool]. Protagonizou uma Liga dos Campeões acima da média, chegando às oito melhores equipas. Conseguiu resultados positivos nas últimas jornadas do campeonato e tem as individualidades que todos conhecemos.  Mas temos de nos concentrar nas nossas tarefas, como equipa”, concluiu Sérgio Conceição.


Para este embate no Estádio da Luz, os ‘dragões’ têm o grupo quase na máxima força, e apenas não podem contar os lesionados Wilson Manafá e Bruno Costa.


O FC Porto, líder do campeonato com 85 pontos, joga no sábado no reduto do Benfica, terceiro, com 71, numa partida agendada para as 18:00, que terá arbitragem de Luís Godinho, da Associação de Futebol de Évora.



JPYG // MO


Lusa/fim

Sem comentários

deixar um comentário