05 Outubro 2022, 23:03

Sérgio Conceição reage com ironia à suspensão de 15 dias

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

O treinador do FC Porto reagiu hoje com ironia à suspensão de 15 dias, notificada na quinta-feira pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, por declarações sobre a arbitragem em fevereiro.

“Acho que foram céleres na decisão. Ainda não acabou o ano civil e foi no mesmo ano, por isso…”, atirou Sérgio Conceição, na conferência de imprensa de antevisão à receção dos ‘dragões’ ao Sporting de Braga, no domingo, em encontro da 14.ª jornada da I Liga.



Além da suspensão, o técnico terá ainda de pagar uma multa de 7.650 euros, pelas declarações sobre a atuação do árbitro Fábio Veríssimo, após o ‘nulo’ entre Belenenses SAD e FC Porto, em 04 de fevereiro, da 17.ª ronda da edição 2020/21 do campeonato.

“Sinceramente, não me queria lembrar de uma frase que eu tive. Uma vez disse que não vale tudo para ganhar. Ou seja, os jogos e os campeonatos tinham de ser ganhos pelo que se faz durante os jogos. Todos temos que melhorar, inclusivamente algumas instâncias do futebol, para não se exporem a situações ridículas como esta”, agregou.

Caso não recorra para o pleno do Conselho de Disciplina, um ato que terá efeitos suspensivos, Sérgio Conceição corre o risco de falhar os encontros com Sporting de Braga e Vizela, da I Liga, Rio Ave, da Taça da Liga, e Benfica, da Taça de Portugal.

Em declarações à SportTV no final do jogo, o treinador do FC Porto considerou que os ‘dragões’ foram “enganados e roubados”, exemplificando com dois jogadores do Belenenses SAD que deviam ter sido expulsos e com uma grande penalidade não assinalada pelo árbitro Fábio Veríssimo que “é penálti em todo o lado do mundo”.

O defesa Pepe foi absolvido, devido à “prescrição do procedimento disciplinar”, enquanto o diretor de comunicação do FC Porto, Francisco J. Marques, foi punido com 45 dias de suspensão e uma multa de 7.650 euros, e a SAD condenada a pagar 8.160 euros.

Fonte próxima do processo disse à Lusa que o processo apenas chegou ao Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol em 21 de novembro, depois de ter sido analisado pela Comissão de Instrutores da Liga Portuguesa de Futebol Profissional.

O FC Porto, líder da I Liga, com os mesmos 35 pontos do campeão nacional Sporting, recebe o Sporting de Braga, quarto, com 25, no domingo, às 20:30, no Estádio do Dragão, no Porto, em jogo da 14.ª jornada, com arbitragem de António Nobre, da associação de Leiria.

Sem comentários

deixar um comentário