15 Maio 2022, 07:41

Sporting está na final da Taça de Portugal feminina apesar da derrota em Braga

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Braga, 25 abr 2022 (Lusa) — O Sporting apurou-se hoje para a final da Taça de Portugal feminina de futebol apesar da derrota em casa do Sporting de Braga por 3-1, tendo feito valer o triunfo por 3-0 da primeira mão.


Diana Silva colocou o Sporting em vantagem aos 34 minutos, mas Myra Delgadillo (42) e Laura Luís (72) deram a volta ao marcador, que Anouk Dekker, de penálti, sentenciou (81).


Apesar da vitória e da melhor exibição, o Sporting de Braga, atual detentor do título (relativo a 2019/20, na época passada não se realizou), fica pelo caminho, enquanto o Sporting fica à espera de adversário (Amora ou Famalicão) para a final que terá lugar em 28 de maio, no Estádio Nacional, no Jamor.


O Sporting entrou no jogo em vantagem depois do 3-0 da primeira mão pelo que o Sporting de Braga entrou muito pressionante na ambição de marcar o mais cedo possível e poder discutir o acesso à final.


Myra Melgadillo, muito ativa, podia ter inaugurado o marcador aos 11 minutos, mas Doris Bacic fez bem a mancha.


O Sporting respondeu pouco depois, por Diana Silva, mas Patrícia Morais impediu o golo ‘leonino’ com uma bela defesa (14).


Aos 34 minutos, lançada por Andreia Jacinto, Diana Silva ficou isolada na cara de Patrícia Morais e fez o primeiro golo da partida, num lance muito contestado pelas bracarenses por eventual fora-de-jogo da avançada.


Dois minutos depois, inverteram-se os papéis, com Diana Silva a assistir, mas Andreia Jacinto falhou o remate e a hipótese do segundo.


As bracarenses empataram pouco antes do intervalo, com Myra Delgadillo a aproveitar da melhor maneira a insistência de Vitória Almeida, após um erro crasso de Joana Marchão na primeira fase de construção ‘leonina’ (42).


Logo a seguir, a mesma Myra Delgadillo podia ter feito o segundo, mas rematou já em desequilíbrio na área (44).


O segundo tempo abriu novamente com as minhotas mais ativas na busca do golo, obrigando Doris Bacic a boas defesas a remates de Vanessa Marques (49) e Andreia Norton (60).


O Sporting explorava basicamente a velocidade de Diana Silva, que podia ter sentenciado a eliminatória mais cedo, como aos 70 minutos.


Entrada pouco antes, Laura Luís consumou a reviravolta das bracarenses, numa altura em que o Sporting jogava com menos uma unidade, por lesão da recém-entrada Alicia Correia (teve mesmo de sair).


As bracarenses mostravam muita crença e, aos 77 minutos, falharam de forma incrível o terceiro — mérito também para Doris Bacic.


Pouco antes, a ‘leoa’ Diana Silva, isolada, atirou à barra (74), mas seria mesmo o Sporting de Braga a marcar, de grande penalidade, por Anouk Dekker, após um contra-ataque em que a defesa sportinguista ‘adormeceu’.


As minhotas acreditaram numa reviravolta, mas precisavam ainda de marcar mais dois golos e não o conseguiram.  


O Sporting também podia ter ‘matado’ a partida aos 84 minutos: Brenda Pérez atirou à barra, com Patrícia Morais a ter ainda uma intervenção decisiva, e na recarga Diana Silva viu o remate ser cortado por uma defesa bracarense.


 


Estádio 1.º de Maio, em Braga.


Sporting de Braga – Sporting, 3-1.


Ao intervalo: 1-1.


Marcadores:


0-1, Diana Silva, 34 minutos.


1-1, Myra Delgadillo, 42.


2-1, Laura Luís, 72.


3-1, Anouk Dekker, 81 (grande penalidade).


 


Equipas:


– Sporting de Braga: Patrícia Morais, Machaela George, Anouk Dekker, Diana Gomes, Catarina Pereira (Laura Luís, 66), Jermaine, Andreia Norton, Ana Rute, Myra Delgadillo, Vanessa Marques (Leonor Freitas, 70) e Vitória Almeida.


(Suplentes: Babi Marques, Laura Luís, Inês Maia, Laura Casanovas, Mariana Couto, Ana Nogueira e Leonor Freitas).


Treinador: João Marques.


– Sporting: Doris Bacic, Mariana Rosa (Marta Ferreira, 64), Bruna Lourenço, Melisa Hansabegovic (Rita Fontemanha, 82), Joana Marchão (Alicia Correia, 64, Mariana Larroquette, 73), Brenda Pérez, Andreia Jacinto, Fátima Pinto, Joana Martins (Carolina Beckert, 82), Chandra Davidson e Diana Silva.


(Suplentes: Hannah Seabert, Rita Fontemanha, Mariana Larroquette, Ana Teles, Carolina Beckert, Marta Ferreira, Alicia Correia).


Treinador: Gonçalo Nunes.


Árbitro: Sara Alves (Porto).



Ação disciplinar: cartão amarelo para Anouk Dekker (03), Diana Silva (14), Diana Gomes (17), Bruna Lourenço (26), Andreia Norton (88), Laura Luís (90+2), Fátima Pinto (90+2), Mariana Larroquette (90+5).


Assistência: cerca de 300 espetadores.



GYS // AJO


Lusa/Fim.


 


 


 


 


 


 


 


 


 

Sem comentários

deixar um comentário