07 Fevereiro 2023, 09:22

Subida dos custos de construção de casas novas desacelera para 12,5% em outubro

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Redação, 09 dez 2022 (Lusa) — Os custos de construção de habitação nova aumentaram 12,5% em outubro, em termos homólogos, abrandando face a setembro, sobretudo impulsionados pelo preço dos materiais, que subiram 17,2%, divulgou hoje o INE.


De acordo com os dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), “em outubro de 2022 estima-se que os custos de construção de habitação nova tenham aumentado 12,5% em termos homólogos, menos 0,8 pontos percentuais que o observado no mês anterior”.


No mês em análise, o INE refere que os preços dos materiais aumentaram 17,2%, desacelerando 1,3 pontos percentuais face ao mês anterior, e o custo da mão de obra subiu 5,9% (contra 6,1% em setembro).


O custo dos materiais contribuiu com 10,0 pontos percentuais para a formação da taxa de variação homóloga do Índice de Custos de Construção de Habitação Nova (ICCHN), o que compara com 10,8 pontos percentuais em setembro, enquanto a componente mão de obra manteve a sua contribuição de 2,5 pontos percentuais, tal como no mês anterior.


Entre os materiais que mais influenciaram esta evolução, o INE destaca os produtos cerâmicos, com crescimentos homólogos dos preços de cerca de 70%, sendo que o cimento, o betão pronto, o gasóleo, as madeiras e derivados de madeira, as obras de carpintaria, os mármores e os produtos de mármore, os aglomerados e ladrilhos de cortiça e o consumo de produtos energéticos apresentaram crescimentos homólogos superiores a 20%.


Em cadeia, a taxa de variação mensal do ICCHN foi de 0,1% em outubro, com o custo dos materiais a diminuir 0,2% e o custo da mão de obra a aumentar 0,6%.


As componentes materiais e mão de obra contribuíram com -0,1 e 0,2 pontos percentuais, respetivamente, para a formação da taxa de variação mensal do ICCHN (0,9 pontos percentuais e -0,2 pontos percentuais em setembro, pela mesma ordem).



PD // CSJ


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário