14 Maio 2022, 19:36

Surfista Frederico Morais relegado para a repescagem no Margaret River Pro

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

O português Frederico Morais foi hoje relegado para a repescagem do Margaret River Pro, quinta etapa do circuito mundial de surf, que vai definir a seleção dos primeiros 22 primeiros para a segunda metade da época.

Depois de dois dias de espera, o campeonato australiano arrancou, tendo Frederico Morais conquistado 11,43 pontos (5,93 e 5,5) no 12.º e último ‘heat’ da ronda, ficando a 0,4 do australiano Jack Robinson (11,47), que, tal como o norte-americano Griffin Colapinto (14,07), vencedor em Peniche, avançou diretamente para a terceira eliminatória.

PUB – CONTINUE A LER A SEGUIR



O surfista cascalense, 25.º do ‘ranking’ mundial, vai disputar a continuidade na prova frente ao brasileiro Miguel Pupo, 10.º da hierarquia, e ao australiano Jacob Willcox, que disputa a prova como substituto.

Frederico Morais, que terminou 2021 no 10.º lugar do circuito, tem como melhor resultado do ano o nono lugar no Meo Pro Portugal, em Peniche, onde chegou aos oitavos de final, tendo nas outras três sido eliminado na terceira ronda, correspondendo ao 17.º lugar.

O único português do circuito deve necessitar, pelo menos, de chegar aos quartos de final em Margaret River para assegurar a presença nas últimas cinco provas do circuito e evitar ser relegado para a ‘Challenger Series’, a fim de disputarem a requalificação para o circuito principal de 2023.

Esta é a quarta temporada de ‘Kikas’, de 30 anos, entre a elite mundial. Além do 10.º lugar no ano passado, foi 14.º em 2017 e 23.º em 2018, quando foi despromovido, tendo regressado ao circuito principal após 2019, quando venceu o circuito de qualificação (WQS).

Sem comentários

deixar um comentário