08 Dezembro 2021, 13:39

Tâmega e Sousa cria rede de gabinetes de apoio às vítimas de violência doméstica

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Os 11 concelhos da Comunidade Intermunicipal (CIM) do Tâmega e Sousa vão ter em funcionamento, a partir de amanhã, gabinetes de apoio às vítimas de violência doméstica.

A coordenação das estruturas será assumida pela CIM sediada em Penafiel, no âmbito da Rede Intermunicipal e Integrada de Apoio à Vítima do Tâmega e Sousa, formalmente constituída em 2020, que articulará com as demais estruturas e respostas da Rede Nacional de Apoio às Vítimas de Violência Doméstica.

PUB – CONTINUE A LER A SEGUIR



Em comunicado, a CIM adianta que “as estruturas se destinam a atender as vítimas de violência doméstica e todas as outras pessoas que procurem apoio neste âmbito, assegurando assistência gratuita e confidencial.

As 11 estruturas funcionarão de segunda a sexta-feira e o apoio pode ser prestado em qualquer gabinete, independentemente do concelho de residência da vítima ou da pessoa que o procure

A criação destas estruturas de atendimento às vítimas é cofinanciada pelo Programa Operacional Inclusão Social e Emprego, Portugal 2020 e União Europeia, através do Fundo Social Europeu.

Da CIM do Tâmega e Sousa fazem parte os municípios de Amarante, Baião, Castelo de Paiva, Celorico de Basto, Cinfães, Felgueiras, Lousada, Marco de Canaveses, Paços de Ferreira, Penafiel e Resende.

Tags

Sem comentários

deixar um comentário