24 Outubro 2021, 17:29

Tóquio2020: João Vieira isola-se em segundo, Telma e Emanuel metem a ‘quinta’

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Tóquio, 08 ago 2021 (Lusa) — O marchador João Vieira isolou-se no segundo lugar dos portugueses com mais presenças em Jogos Olímpicos, ao somar a sexta, só atrás do antigo velejador João Rodrigues.


O atleta de Rio Maior conquistou o seu primeiro diploma na sexta presença, ao terminar os 50 quilómetros marcha no quinto lugar, na sua mais bem-sucedida participação olímpica.


A estreia ocorreu em Sydney2000, onde João Vieira não chegou a alinhar na prova dos 20 quilómetros marcha, devido a uma doença já contraída na Austrália, e, depois, nunca mais falhou nenhuma edição do maior evento desportivo do mundo.


João Vieira investiu nos 20 quilómetros em Atenas2004 e Pequim2008, com os 10.º e 32.ºs lugares, seguindo-se duas participações com tentativas em duas frentes, nos 20, que concluiu sempre, e nos 50, que, até à edição disputada em 2021, nunca tinha terminado.


O marchador consumou a consagração internacional na despedida olímpica da distância mais longa do programa de atletismo, já ‘quarentão’, com o quinto posto depois de ter sido vice-campeão mundial em 2019.


Na história olímpica portuguesa, João Vieira destacou-se dos também atletas Fernanda Ribeiro e Susana Feitor, sua conterrânea, do cavaleiro Henrique Calado, do velejador Duarte Bello, dos atiradores João Rebelo e João Costa, do velejador Gustavo Lima, do canoísta Emanuel Silva e da judoca Telma Monteiro.


Entre estes nove, Emanuel Silva e Telma Monteiro, ambos de 35 anos, colecionaram a quinta presença olímpica em Tóquio2020.


Entre os restantes atletas, sete selaram a quarta presença, entre eles o campeão em Pequim2008 Nelson Évora, que se despediu numa competição em que a maioria (56 atletas) se estrearam por Portugal.



JP // PFO


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário