29 Janeiro 2022, 10:30

Treinador interino diz que Santa Clara vai render “muito mais” no futuro

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Ponta Delgada, Açores, 28 dez 2021 (Lusa) — O treinador interino do Santa Clara, Tiago Sousa, disse hoje que a equipa vai render “muito mais” no futuro, enaltecendo a abnegação dos jogadores antes do encontro diante do Paços de Ferreira para a I Liga de futebol.


“Estamos longe de estar no melhor momento. Esta equipa pode e vai dar muito mais. Tem capacidade para dar muito mais”, afirmou o treinador, que acrescentou que este “é um conjunto de jogadores completamente abnegados no que toca a trabalhar”.


Segundo o treinador, os jogadores são “extremamente fáceis de convencer e de os encaminhar para o solicitado” e “têm uma capacidade humana incrível e acreditam muito nas pessoas que estão à frente deles”.


O treinador falava hoje no estádio de São Miguel, em Ponta Delgada, antes da deslocação da equipa a Paços de Ferreira para o jogo da 16.ª jornada.


Tiago Sousa assumiu o comando técnico da equipa de forma interina aquando da saída de Nuno Campos, anunciada a 15 de dezembro.


O técnico rejeitou que o período de pausa do campeonato tenha servido para a equipa trabalhar as ideias do treinador, uma vez que se trata de um “trabalho de continuidade”.


“Estas semanas foram importantes para dar continuidade ao trabalho (…). [A pausa] Não teve uma importância diferente das anteriores”, assinalou.


No único jogo de Tiago Sousa na liderança da equipa técnica, o Santa Clara venceu o Vitória de Guimarães por 1-0, nos Açores.


“Todas as vitórias trazem um espírito melhor e confiança, como a derrota traz e abala sempre o comportamento emocional da equipa. Trabalhar em cima de vitórias é sempre muito mais agradável de que o contrário. A vitória trouxe-nos uma crença de que afinal as coisas continuam a ser possíveis”, apontou.


Tiago Sousa elogiou o Paços de Ferreira, que disse ser uma equipa “muito competente e motivada”.


“Vamos encontrar uma equipa que me parece mais alegre, mais comprometida entre todos. Portanto, prevejo, para a nossa equipa, um jogo com elevado grau de dificuldade”, afirmou.


Tiago Sousa rejeitou ter ambições de continuar à frente do clube açoriano, referindo ser “extremamente realizado” na condição de “treinador-adjunto ou de preparador físico”.


O treinador considerou que após o encontro com o Paços de Ferreira “será um momento oportuno para administração fazer outra vez um ponto da situação” acerca da equipa técnica.


“O melhor para o clube é ter rapidamente ter aqui um líder, (…) não tenho dúvida de que é. A minha opinião pessoal é ter rapidamente aqui uma pessoa e um corpo técnico estável e composto, porque neste momento só somos cinco pessoas”, declarou.


O Santa Clara, 14º. classificado com 13 pontos, vai jogar com o Paços de Ferreira, 12º. com 14, na próxima quinta-feira, às 17:00, no estádio da Mata Real.



RPYP // NFO


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário