04 Agosto 2022, 08:51

Turismo acredita que prioridades para 2022 serão sustentabilidade e qualificação – IPDT

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

O setor do turismo acredita que as principais prioridades da atividade para este ano deverão passar pela sustentabilidade e qualificação dos recursos humanos, segundo os resultados de um inquérito do IPDT – Turismo e Consultoria.

PUB – CONTINUE A LER A SEGUIR



Num comunicado, a entidade revelou que este inquérito inclui a opinião de operadores, empresários, associações, estabelecimentos de ensino e municípios portugueses e aponta “cinco grandes linhas orientadoras para o turismo nos próximos meses”.

De acordo com a entidade, “quase 40% dos que responderam ao inquérito do IPDT referem a necessidade de promover a sustentabilidade, que deverá ser um compromisso para o futuro”, sendo que “em segundo lugar, com 24% das respostas, surge a capacitação dos recursos humanos das empresas, a fim de atingir a excelência no serviço prestado”.

Esta Agenda Turística 2022 do IPDT aponta ainda, com 19% das respostas, “a carga fiscal que é imposta ao setor atualmente”.

“Numa altura em que o turismo necessita de se fortalecer para recuperar, os respondentes acreditam que os impostos demasiado elevados são um dos fatores que mais prejudica a competitividade das empresas do turismo”, lê-se na mesma nota.

Também com 19% surge “a promoção internacional do destino, um trabalho que já vem sendo feito, mas que é preciso continuar a reforçar”, sendo que “o investimento em inovação e digitalização encerram o top das cinco principais medidas sugeridas para o turismo em 2022”.

“O estudo analisa ainda temas como a valorização de territórios de baixa densidade, as redes de transportes e acessibilidades, os eventos e espetáculos culturais, o turismo interno ou a imagem de Portugal, enquanto vetores de competitividade do destino”, indicou o IPDT.

“No final da IPDT Tourism Conference 2021 [em 16 de dezembro], lançamos um desafio aos mais de 800 participantes que assistiram ao evento: enviarem-nos os seus contributos para definirmos as principais áreas de intervenção para o turismo em 2022”, sendo que esses “contributos estão agora vertidos neste documento que analisa em detalhe um conjunto de ideias e soluções para o setor”, afirmou o presidente do IPDT, António Jorge Costa, citado na mesma nota.

Este trabalho baseia-se em 209 respostas recolhidas por um inquérito aplicado entre os dias 20 de dezembro de 2021 e 04 de janeiro de 2022, detalhou a entidade.

Agora que chegou aqui…

Ao longo do último ano, o MUNDO ATUAL tem conquistado cada vez mais leitores.
Nunca quisemos limitar o acesso aos nossos conteúdos, ao contrário do que fazem outros órgãos de comunicação, e mantivemos sempre todas as notícias, reportagens e entrevistas abertas para que todos as pudessem ler.
Mas precisamos do seu apoio. Para que possamos, diariamente, continuar a oferecer-lhe a melhor informação, não só nacional como local, assim como para podermos fazer mais reportagens e entrevistas do seu interesse.
O MUNDO ATUAL é um órgão de comunicação social independente e isento. E acreditamos que para que possamos continuar o nosso caminho, que tem sido de sucesso e de reconhecimento, é importante que nos possa ajudar neste caminho que iniciámos há um ano.
Desta forma, por tão pouco, com apenas 1€, pode apoiar o MUNDO ATUAL.

Obrigado!

Tags

Sem comentários

deixar um comentário