13 Maio 2022, 18:55

Ucrânia: Grandes potências agrícolas prometem segurança alimentar

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Genebra, 06 mai 2022 (Lusa) – As grandes potências agrícolas, incluindo União Europeia, Estados Unidos, Canadá e Austrália, comprometeram-se hoje a garantir a segurança alimentar mundial, apesar dos choques provocados pela guerra na Ucrânia.


“Comprometemo-nos a trabalhar juntos para garantir que haja comida suficiente para todos, incluindo os mais pobres, os mais vulneráveis e os deslocados”, referiram 51 membros da Organização Mundial do Comércio (OMC) num comunicado conjunto.


Os países também prometem manter os mercados agrícolas e alimentares “abertos, previsíveis e transparentes, não impondo medidas restritivas comerciais injustificadas” a produtos agroalimentares ou produtos essenciais para a produção agrícola.


Os membros signatários exigem ainda que os produtos adquiridos pelo Programa Alimentar Mundial — na primeira linha para tentar compensar as perdas causadas no mercado agrícola mundial pela falta de produção na Ucrânia — sejam isentos de qualquer restrição ou proibição de exportação.


A Rússia e a Ucrânia são dois grandes exportadores de produtos como trigo, milho e óleo de girassol. A Rússia também é o maior fornecedor mundial de fertilizantes e gás.


A invasão russa da Ucrânia, que começou em 24 de fevereiro, e as sanções impostas a Moscovo na sequência dessa ofensiva levaram à interrupção das entregas de trigo e outros produtos dos dois países, aumentando os preços dos bens alimentares e dos combustíveis.



EO // CSJ


Lusa/fim

Sem comentários

deixar um comentário