15 Maio 2022, 09:41

Ucrânia: MNE de Portugal destaca redobrada “importância e pertinência” da diplomacia

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Lisboa, 24 abr 2022 (Lusa) — O ministro dos Negócios Estrangeiros, João Gomes Cravinho, defendeu hoje que, “em tempos como aquele em que vivemos, a diplomacia ganha redobrada importância e pertinência”.


No Twitter, a propósito do Dia Internacional do Multilateralismo e Diplomacia para a Paz (#DiplomacyDay), João Gomes Cravinho frisou ser “urgente que o trabalho da diplomacia faça calar as armas que Putin escolheu usar na Ucrânia”.


Na publicação, o ministro português reproduz um tuíte de António Guterres, secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), segundo o qual “os princípios centrais da cooperação multilateral estão sob a maior pressão desde a fundação” da ONU.


Na mensagem, referindo o #DiplomacyDay, Guterres pede “a todos os governos e líderes que renovem o seu compromisso com o diálogo e as soluções globais — o único caminho sustentável para a paz”.


O secretário-geral da ONU visita Moscovo na terça-feira, 26 de abril, onde irá encontrar-se com o presidente russo, Vladimir Putin, e terá uma reunião de trabalho e um almoço com o ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Serguei Lavrov.


No dia 28, quinta-feira, é esperado na Ucrânia, onde, além de uma reunião de trabalho com o ministro dos Negócios Estrangeiros, Dmytro Kuleba, será recebido pelo Presidente, Volodymyr Zelenskyy.


Este calendário mereceu críticas de Zelenskyy , que considerou no sábado “ilógica” a decisão de António Guterres de se deslocar a Moscovo dois dias antes de ir a Kiev.


“É errado ir primeiro à Rússia e vir depois à Ucrânia. Não há justiça nem lógica nessa ordem”, afirmou Zelensky, numa conferência de imprensa, numa estação de metro no centro de Kiev.



JLG // PJA


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário