10 Setembro 2022, 04:27

Ucrânia: Organização das Olimpíadas de xadrez retirada a Moscovo

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Agora que chegou aqui…

Ao longo do último ano, o MUNDO ATUAL tem conquistado cada vez mais leitores.
Nunca quisemos limitar o acesso aos nossos conteúdos, ao contrário do que fazem outros órgãos de comunicação, e mantivemos sempre todas as notícias, reportagens e entrevistas abertas para que todos as pudessem ler.
Mas precisamos do seu apoio. Para que possamos, diariamente, continuar a oferecer-lhe a melhor informação, não só nacional como local, assim como para podermos fazer mais reportagens e entrevistas do seu interesse.
O MUNDO ATUAL é um órgão de comunicação social independente e isento. E acreditamos que para que possamos continuar o nosso caminho, que tem sido de sucesso e de reconhecimento, é importante que nos possa ajudar neste caminho que iniciámos há um ano.
Desta forma, por tão pouco, com apenas 1€, pode apoiar o MUNDO ATUAL.

Obrigado!

PUB – CONTINUE A LER A SEGUIR



As Olimpíadas de xadrez, a mais prestigiada competição por seleções da modalidade, não vão ser disputadas em Moscovo, anunciou hoje a Federação Internacional de Xadrez (FIDE, na sigla francesa), em reação à invasão russa da Ucrânia.

A decisão foi tomada em reunião extraordinária do organismo, em que se assumiu que todas as competições oficiais previstas seriam deslocadas da Rússia para outro país.

O congresso da FIDE, previsto para se realizar na Rússia, também vai ser marcado para outra sede, refere o mesmo comunicado.

Cerca de 190 países deveriam participar em Moscovo na 44.ª edição das Olimpíadas, de 26 de julho a 08 de agosto.

“A deterioração rápida da situação geopolítica constrangeu o conselho da FIDE a tomar esta difícil decisão”, prossegue o comunicado.

O comité executivo do Comité Olímpico Internacional (COI) exortou hoje as federações desportivas internacionais a anular ou deslocalizar os eventos previstos para a Rússia ou Bielorrússia.

Sem comentários

deixar um comentário