12 Agosto 2022, 23:04

Ucrânia: Presidente turco em contactos para reunião trilateral com Putin e Zelensky

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Istambul, 16 fev 2022 (Lusa) — O Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, afirmou à imprensa que está a prosseguir diligências para realizar uma reunião trilateral com os homólogos ucraniano, Volodomyr Zelensky, e russo, Vladimir Putin.


“Quando nos encontramos, Zelensky encarou de forma positiva uma reunião ‘Putin, Zelensky e Erdogan’ e se Putin estiver a favor, esta reunião, com a ajuda de Deus, poderia realizar-se em Istambul ou Ancara”, indicou o Presidente turco no avião de regresso de Abu Dhabi, na terça-feira à noite.


Erdogan, que se ofereceu para ser o mediador entre Kiev e Moscovo para evitar um conflito, viajou para a capital ucraniana no início de fevereiro para se encontrar com Zelensky e ofereceu-se para acolher as conversações entre os dois presidentes.


No regresso de Kiev, disse ter recebido “uma resposta positiva de Putin” ao seu convite, mas que ainda não tinha sido marcada uma data.


“Vou verificar pessoalmente por telefone [com Putin] o que ele pensa sobre o assunto. Continuaremos a acompanhar o assunto. Uma guerra não seria boa para a região”, insistiu.


Segundo a NATO, a Rússia continuava hoje a reunir tropas perto das fronteiras com a Ucrânia, apesar do anúncio de Moscovo de uma retirada “parcial” dos seus soldados.


O chefe de Estado turco, que fez a primeira visita oficial aos Emirados Árabes Unidos na segunda-feira e na terça-feira, falou também da aproximação da Turquia à Arábia Saudita.


No início de janeiro, tinha anunciado uma visita à capital, Riade, nos primeiros dias de fevereiro, mas nenhuma data foi ainda confirmada.


Esta seria a primeira visita do Presidente turco àquele país desde o assassínio, em 2018, do jornalista saudita Jamal Khashoggi no consulado saudita em Istambul.


Na altura, Erdogan acusou “o governo saudita ao mais alto nível” de ter orquestrado a morte, excluindo o rei.


Ao mesmo tempo, o Presidente turco confirmou a visita à Turquia, em março, do homólogo israelita, Isaac Herzog.


“É claro que saudamos esta visita. Este passo será benéfico para as relações turco-israelitas após um período tão largo”, disse.


As relações entre Ancara e Israel têm sido tensas desde o caso Mavi Marmara, em 2010, quando as forças israelitas lançaram um ataque mortal a um navio turco que tentava entregar ajuda à Faixa de Gaza, um enclave palestiniano sob bloqueio israelita há 15 anos.



AXYG // PDF


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário