14 Maio 2022, 09:00

Ucrânia: Unidades de elite da Rússia sofreram grandes perdas, diz Reino Unido

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Agora que chegou aqui…

Ao longo do último ano, o MUNDO ATUAL tem conquistado cada vez mais leitores.
Nunca quisemos limitar o acesso aos nossos conteúdos, ao contrário do que fazem outros órgãos de comunicação, e mantivemos sempre todas as notícias, reportagens e entrevistas abertas para que todos as pudessem ler.
Mas precisamos do seu apoio. Para que possamos, diariamente, continuar a oferecer-lhe a melhor informação, não só nacional como local, assim como para podermos fazer mais reportagens e entrevistas do seu interesse.
O MUNDO ATUAL é um órgão de comunicação social independente e isento. E acreditamos que para que possamos continuar o nosso caminho, que tem sido de sucesso e de reconhecimento, é importante que nos possa ajudar neste caminho que iniciámos há um ano.
Desta forma, por tão pouco, com apenas 1€, pode apoiar o MUNDO ATUAL.

Obrigado!

Algumas unidades de elite russas, incluindo as chamadas Forças Aerotransportadas VDV, sofreram grandes perdas na Ucrânia e a Rússia poderá levar anos para reconstituir essas forças, declararam hoje os serviços de informação britânicos.

No início do conflito, a Rússia comprometeu mais de 120 grupos táticos de batalhão, cerca de 65% de toda a sua força de combate terrestre, referiram os britânicos.

Mais de um quarto dessas unidades provavelmente tornaram-se ineficazes para o combate, segundo as informações fornecidas pelo Ministério da Defesa do Reino Unido.

As Forças Aerotransportadas VDV constituem um corpo de paraquedistas de elite do exército russo com estatuto de força especial subordinada diretamente ao Comando Supremo das Forças Armadas da Federação Russa.

Sem comentários

deixar um comentário