26 Outubro 2021, 19:20

UE/Presidência: Macron congratula Portugal pela realização da Cimeira Social

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Paris, 16 dez 2020 (Lusa) — O Presidente francês, Emmanuel Macron, saudou hoje a presidência portuguesa da União Europeia (UE) pela realização da Cimeira Social, agendada para maio, no Porto, no âmbito do encontro com o primeiro-ministro português, António Costa.


O chefe de Estado francês, que falava aos jornalistas em conferência de imprensa, afirmou que a presidência portuguesa da UE “intervém num momento extremamente importante da resposta europeia à crise, para construir uma Europa mais social, mais verde e mais soberana”.


Macron sublinhou que teria “muito gosto” em participar na Cimeira Social de maio, a fim de “reforçar o Pilar Social europeu”.


O primeiro-ministro, António Costa, esteve hoje na capital francesa para um almoço de trabalho com o Presidente francês, com a preparação da presidência portuguesa da União Europeia como tema principal.


António Costa reforçou, antes do almoço de trabalho com Emmanuel Macron, que a França é “um pilar fundamental” da União Europeia.


“A França é um pilar fundamental da União Europeia e se queremos uma União Europeia forte, precisamos contar com a França a 100% na União Europeia”, disse.


Do seu lado, o Presidente francês ressalvou o momento em que Portugal está a assumir esta presidência, nomeadamente “um momento em que a Europa dá resposta à crise”.


“Daqui a alguns dias, Portugal vai tomar posse da presidência rotativa do Conselho da União Europeia e esta presidência acontece no momento em que a Europa dá resposta à crise, com uma Europa social e verde”, disse o Presidente.


Emmanuel Macron relembrou ainda que este momento de resposta à crise acontece no contexto “incerto do ‘Brexit'” e que tanto a França como Portugal querem que “as coisas se passem da melhor maneira possível”, mas defendendo os interesses europeus.


A presidência portuguesa do Conselho da UE, segundo o Governo, tem como objetivos principais ter o orçamento europeu para 2021-2027 em execução até ao final de junho e concluir o processo de aprovação dos planos dos Estados-membros para a aplicação das verbas do Fundo de Recuperação pós-pandemia.


O terceiro objetivo é que o plano de vacinação europeu contra a covid-19 esteja avançado quando terminar o semestre e que haja uma contribuição da Europa para a vacinação universal em todo o mundo, e o quarto é dar “o impulso definitivo” à concretização do Pilar Europeu dos Direitos Sociais, que terá como momento alto a Cimeira Social, em maio no Porto.


Finalmente, O Governo pretende contribuir, durante a presidência, para a abertura da Europa ao mundo.



JAYG (CYF) // AMG


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário