14 Maio 2022, 20:00

Um morto num protesto contra o aumento dos preços dos alimentos no Irão

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Teerão, 14 mai 2022 (Lusa) — Uma pessoa morreu no sudoeste do Irão durante protestos contra o aumento de preços dos alimentos básicos, disse hoje um deputado aos meios de comunicação social locais.


O Governo anunciou na segunda-feira uma série de medidas no setor da economia, nomeadamente o aumento dos preços de certos alimentos como do óleo e dos produtos lácteos.


Após esta decisão, centenas de pessoas manifestaram-se em todo o país antes da entrada em vigor das medidas na sexta-feira, segundo a agência oficial Irna.


“Um morador de Andimeshk foi morto durante os recentes protestos em Dezful, na província de Khuzestan”, disse Ahmad Avai, deputado de Dezful, à agência Irna.


Contudo, não especificou a identidade da vítima, nem as circunstâncias da sua morte.


Na sexta-feira, mais de 20 pessoas foram presas nas cidades de Dezfoul e Yasouj durante estas manifestações, referiu.


Em Izeh, na província do Khuzistão, os manifestantes atacaram lojas e incendiaram uma mesquita, acrescentou.


O anúncio do Governo provocou uma corrida aos supermercados, segundo vídeos partilhados nas redes sociais e reportagens transmitidas pela televisão estatal.



SVF // LFS


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário