13 Agosto 2022, 03:08

UNITA destaca “grande exemplo de coragem” de ex-dirigentes mortos há 30 anos

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Luanda, 17 fev 2022 (Lusa) — O presidente da UNITA, oposição angolana, enalteceu hoje o “grande exemplo de coragem” dos políticos Adolosi Mango Alicerces e Elias Salupeto Pena, mortos após o conflito pós-eleitoral de 1992, considerando-os “mártires pelo brioso empenho pela luta da paz”.


Adalberto Costa Júnior, que apresentava o elogio fúnebre dos dois ex-dirigentes da União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA, maior partido na oposição), realçou que ambos foram “homens de coragem” e “possuíam características nobres”.


A cerimónia fúnebre oficial de Adolosi Mango Alicerces, ex-secretário-geral da UNITA, e de Elias Salupeto Pena, ex-chefe da delegação da UNITA na Comissão Conjunta Político-Militar (CCPM), decorreu hoje no complexo SOVSMO, município de Viana, em Luanda.


As ossadas destes dois ex-dirigentes da UNITA foram entregues pelo Governo angolano em novembro de 2021, pela Comissão Interministerial para a Memória das Vítimas dos Conflitos Armados em Angola, criada pelo Presidente angolano, João Lourenço.


Filhos, viúvas, familiares, amigos, dirigentes da UNITA e de outros partidos, convidados e demais pessoas, compadecidos com a presença das urnas contendo os restos mortais dos antigos dirigentes do “galo negro”, lotaram o complexo SOVSMO.


Cânticos, declamação de poemas, mensagens e testemunhos preencheram o programa de cerimónia, onde familiares e ex-companheiros recordaram a memória destes políticos considerando que os mesmos foram “exemplo de luta e coragem para o alcance da paz”.


O líder da UNITA assinalou, na sua intervenção, as qualidades “intelectuais e de coragem” de Adolosi Mango Alicerces referindo que o político era “exigente consigo mesmo e gozava de muita estima, consideração e respeito”.


Elias Salupeto Pena, recordou Adalberto Costa Júnior, “gostava de partilhar os sólidos conhecimentos que detinha e era um homem de trato fácil”.


“Neste momento solene em homenagem aos nossos heróis e mártires, a UNITA agradece o vosso brioso empenho até ao derramamento do vosso sangue pela esperança dos angolanos”, realçou o presidente da UNITA.


O deputado Lukamba Paulo “Gato” e o político Abel Chivukuvuku apresentaram, na ocasião, mensagens e testemunhos de convívio com os homenageados, sobretudo a nível do partido e da CPPM.


Os restos mortais de Adolosi Mango Alicerces vão a enterrar na sexta-feira, no município do Bailundo, na província do Huambo, e de Elias Salupeto Pena vão a enterrar no sábado no município do Andulo, província do Bié.



DYAS // PJA


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário