23 Janeiro 2022, 11:36

Universidade de Coimbra assinou acordo de cooperação com Cabo Verde

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Coimbra, 09 dez 2021 (Lusa) — A Universidade de Coimbra (UC) assinou hoje um acordo de cooperação com Cabo Verde, com o objetivo da realização de atividades conjuntas de âmbito cultural e patrimonial, anunciou a instituição portuguesa.


O acordo, formalizado pelo vice-reitor da UC para as Relações Externas, João Nuno Calvão da Silva, e pelo ministro da Cultura e das Indústrias Criativas de Cabo Verde, Abraão Vicente, prevê a cooperação com o Instituto da Biblioteca Nacional de Cabo Verde, a Comissão Nacional da Unesco, Instituto do Património Cultural, Arquivo Nacional de Cabo Verde e Centro de Arte, Artesanato e Design daquele país africano.


“O acordo agora estabelecido vem reforçar os laços entre a UC e o Estado cabo-verdiano, após a celebração de vários outros acordos de cooperação, nos últimos meses, com instituições deste e dos demais países africanos de língua oficial portuguesa”, referiu a Universidade de Coimbra, em comunicado enviado à agência Lusa.


Prevê o estabelecimento de parcerias para a edição de estudos científicos e académicos, a realização de conferências internacionais e o tratamento e digitalização do acervo da Biblioteca Nacional de Cabo Verde, bem como o fornecimento de apoio técnico-científico na preparação dos dossiês das candidaturas a Património da Humanidade em desenvolvimento pela Comissão Nacional da Unesco e Instituto do Património Cultural de Cabo Verde.


No âmbito do documento hoje assinado, está ainda previsto o acesso a formação especializada dos quadros do Arquivo Nacional de Cabo Verde e do Centro de Arte, Artesanato e Design.


A realização de formações avançadas em áreas ligadas ao setor da Cultura e das Indústrias Criativas, “como Ciências de Informação, Museologia, Arqueologia, Biblioteconomia e Gestão do Património Cultural”, é outra iniciativa prevista.


“Este protocolo reforça as relações com Cabo Verde, agora nas áreas da cultura e do património, numa estratégia crescente de afirmação da Universidade de Coimbra no mundo da língua portuguesa”, declarou, citado na nota, o vice-reitor João Nuno Calvão da Silva.



JLS // SSS


Lusa/fim

Sem comentários

deixar um comentário