15 Maio 2022, 10:50

Vasco Cordeiro reeleito para quarto mandato no PS/Açores

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Ponta Delgada, Açores, 23 abr 2022 (Lusa) — O presidente do PS/Açores, e candidato único à liderança regional do partido, Vasco Cordeiro, foi hoje reeleito para um quarto mandato com “97,7% de votos a favor”, informou o partido.


Eleito pela primeira vez em 2013 como líder do PS açoriano, Vasco Cordeiro cumprirá assim o quarto mandato, na sequência das eleições diretas do partido que se realizaram esta sexta-feira e sábado.


Numa nota enviada às redações, o PS informa que “nestas eleições exerceram o seu direito de voto, nas 44 mesas de voto distribuídas pelas nove ilhas, 822 militantes, tendo-se registado 803 votos a favor, 10 votos contra e 9 brancos/nulos”.


Esta votação permitiu, ainda, eleger os 160 delegados ao XVIII Congresso do PS/Açores, que se irá realizar na ilha do Faial, entre os dias 27 e 29 de maio, aos quais se irão juntar os delegados inerentes.


Após serem conhecidos os resultados, Vasco Cordeiro, citado na mesma nota, disse sentir-se “profundamente honrado com a confiança depositada pelos militantes do Partido Socialista”.


Destacou o compromisso de “construir e apresentar” aos açorianos “uma alternativa capaz, competente e séria a uma governação que se vai revelando cada vez mais distraída e incapaz de resolver aquilo que interessa aos Açores”.


Relativamente ao Congresso Regional, que se realiza no final de maio, na cidade da Horta, na ilha do Faial, Vasco Cordeiro sublinhou ser um momento de “participação, de reflexão e de debate”, para que o PS possa “continuar a centrar-se naquilo que é essencial: dar resposta aos Açorianos e aos desafios com que os Açores estão confrontados”.


“O que é essencial, o que nos move e motiva, é o dever de construir respostas que possam ajudar os Açores a progredirem e a desenvolverem-se. Foi isso que fizemos ao longo da nossa história, e que fizemos nos 24 anos em que tivemos responsabilidade de governar a Região. É isso que certamente faremos também agora, no presente e no futuro: servir os Açores e apresentar soluções que possam melhorar a vida dos nossos concidadãos”, sublinhou Vasco Cordeiro.


Em declarações aos jornalistas, após ter votado, na sede do PS/Açores, em Ponta Delgada, Vasco Cordeiro criticou ainda a atual governação do executivo açoriano, de coligação PSD/CDS-PP/PPM, apontando que “os Açores estão a voltar para trás em várias áreas”.


“E essa não é só uma perceção minha. Tenho percorrido e contactado com diversas entidades e sou abordado por muitos populares na rua e é essa a sensação de alguma desilusão, de algum desânimo”, sustentou o presidente do PS/Açores, para quem há “uma ausência de projeto para o futuro da Região”, alegando que “a composição da maioria governativa atual da Região” está “mais preocupada com a sua sobrevivência politica do que propriamente com aquilo que é fundamental para o futuro” do arquipélago.


Aos 49 anos, Vasco Cordeiro, que sucedeu a Carlos César em janeiro de 2013 à frente da estrutura regional do PS, inicia um quarto mandato na liderança do PS/Açores, depois das reeleições em 2016 e em 2018.


Vasco Cordeiro é atualmente deputado regional do PS na Assembleia Regional da Região Autónoma dos Açores.


O socialista foi eleito presidente do Governo Regional dos Açores pela primeira vez em 2012 e reeleito em 2016.


Em 2020, Vasco Cordeiro ganhou as eleições regionais mas ficou sem maioria absoluta no parlamento açoriano, perdendo o poder para a atual coligação pós-eleitoral de direita, formada pelo PSD/CDS-PP/PPM, com acordos parlamentares com o Chega, o deputado independente (ex-Chega) Carlos Furtado e Iniciativa Liberal.


Nas eleições para o PS/Açores de 2018, Vasco Cordeiro foi reeleito com 97,89% de votos a favor.



APE (ACG) // SF


Lusa/fim

Sem comentários

deixar um comentário