24 Setembro 2021, 09:44

Ventura confessa que “única obsessão” é chegar ao poder

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Coimbra, 29 mai 2021 (Lusa) — O líder do Chega moderou hoje as expectativas dos delegados ao congresso, dizendo que não pode “prometer resultados imediatos”, mas confessou que tem um “único sonho e uma única obsessão” que é levar o partido ao Governo.


A confissão foi deixada por André Ventura no final de um discurso no III Congresso Nacional, em Coimbra, em que relativizou as divisões internas no partido, dizendo tratar-se de “dores de crescimento”, e em que prometeu ser “expressão pura do Portugal de bem”.


“Só tenho um único sonho, uma única obsessão que é levarmos ao governo de Portugal, para transformar de vez a face deste país”, afirmou Ventura, já aos gritos, com uma música orquestral em fundo, com os delegados a aplaudi-lo, alguns de pé, depois de ter falado durante 27 minutos para apresentar a sua moção de estratégia global.


 


NS // ACL


Lusa/fim

Sem comentários

deixar um comentário