14 Maio 2022, 17:16

Veríssimo assume desejo de prosseguir carreira fora do Benfica e no estrangeiro

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Seixal, Setúbal, 29 abr 2022 (Lusa) — O treinador do Benfica assumiu hoje o desejo de prosseguir a carreira como técnico principal fora do clube e do país, colocando de lado a hipótese de integrar a futura equipa técnica do alemão Roger Schmidt.


Questionado sobre o seu futuro, em conferência de imprensa, no Seixal, Nelson Veríssimo escusou-se a confirmar a chegada do treinador alemão ao Benfica na próxima época, apesar de “um comunicado oficial do Benfica em que diz que existem conversações”, e aproveitou para clarificar a sua situação.


“Sim, é minha intenção dar continuidade à minha carreira como treinador principal fora do Benfica, clube onde me formei e ao qual muito devo. Será desejo meu ser fora do país. É uma ideia, um sonho, algo que gostava de experimentar, uma aventura fora de portas, fora do país”, assumiu o ainda técnico dos ‘encarnados’.


No entanto, Veríssimo garantiu que “independentemente dessa vontade ou desejo”, o seu foco está “direcionado para a preparação dos treinos e da estratégia para os três jogos” que faltam disputar ao Benfica, sob o seu comando, a começar já pelo de sábado, na visita ao Marítimo, “uma equipa que nos jogos com os grandes cria sempre dificuldades”.


“Temos de estar num nível muito bom para contrariar a equipa do Marítimo, que já se encontra numa posição confortável, joga em casa, já garantiu a manutenção, vai tentar a vitória perante os seus adeptos. Portanto sabemos que vai ser difícil e nós temos de estar muito concentrados, focados, intensos na forma de jogar e também com um compromisso muito grande”, analisou.


Para a deslocação ao Funchal, Veríssimo confirmou que “Sandro [Cruz] e [Tiago] Gouveia viajam” com a equipa, mas não garantiu que possa promover a estreia na equipa principal de jogadores do grupo que venceu a UEFA Youth League, na segunda-feira.


O técnico abriu a conferência de imprensa a elogiar “a conquista europeia” e a enaltecer o trabalho de “jogadores, treinadores e, acima de tudo, da estrutura” do clube, mas terminou a lembrar que “do lado de fora é mais fácil” ‘lançar’ jogadores.


“Temos de ter cautela, porque os plantéis têm de ser construídos para isso e há jogadores que estão mais preparados numas fases do que noutras. Temos de respeitar a evolução própria de cada jogador”, considerou Veríssimo.


Sem se deter, o técnico admitiu que quando se olha para o grupo que venceu a Youth League observa “muita qualidade”, admitiu que “certamente todos vão fazer carreira”, mas lembrou que “só alguns irão jogar na equipa A” do Benfica.


“Todos os outros, fruto do talento que têm, vão fazer carreiras bonitas, como nós esperamos que sim, mas quem está deste lado tem de perceber, para além da capacidade e do talento que o jogador demonstra, qual é o momento mais exato e quando a oportunidade surge para se dar essa oportunidade ao jogador A, B ou C”, insistiu.


O Benfica visita o Marítimo no sábado, em encontro da 32.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, com início marcado para as 17:00, no Funchal, e arbitragem de Hélder Malheiro, da associação de Lisboa.


Só uma vitória permite à equipa orientada por Nelson Veríssimo continuar a alimentar a esperança de chegar ao segundo lugar, sabendo, no entanto, que basta ao Sporting fazer um ponto nos três encontros que restam para tornar esse objetivo impossível.


 


SYL // AJO


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário