27 Setembro 2022, 16:05

Wall Street fecha em alta com baixa do petróleo e esperança em paz na Ucrânia

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Nova Iorque, 16 mar 2022 (Lusa) — A bolsa nova-iorquina encerrou hoje em forte alta, superando rapidamente a subida da taxa de juro de referência da Reserva Federal (Fed), graças à baixa do preço do petróleo e à esperança de uma paz na Ucrânia.


Os resultados definitivos da sessão indicam que o índice seletivo Dow Jones Industrial Average subiu 1,55%, para os 34.063,10 pontos, o tecnológico Nasdaq progrediu 3,77%, para as 13.436,55 unidades, e o alargado S&P500 ganhou 2,24%, para as 4.357,86.


Wall Street tinha começado o dia com ganhos, assente na continuação das negociações entre a Ucrânia e a Federação Russa, com a evocação de um estatuto neutro para a primeira, bem como em indícios de que a China está disponível para apoiar a sua economia.


Ao início da tarde, a Fed anunciou uma subida da sua taxa de juro de referência, que passou o intervalo entre zero e 0,25% para um outro, situado entre 0,25% e 0,50%. Esta foi a primeira vez que a Fed subiu a sua taxa de referência desde dezembro d 2018.


“O anúncio foi feito conforme as expectativas”, reagiu Bill Northey, do US Bank Wealth Management. “Não houve surpresa, mas a Fed assumiu uma posição um pouco mais agressiva em matéria de política monetária”, acrescentou.


Os membros do comité de política monetária da Fed, na sua maioria, esperam subir pelo menos sete vezes a taxa de juro de referência durante este ano.


Para os analistas do Wells Fargo, os investidores “compraram na notícia, depois de terem vendido no rumor”, variação de uma expressão em Wall Street que significa que os operadores vendem antes de uma má notícia e compram depois do anúncio.


“Não há nada mais diferente do que o eu acaba de ser integrado nos mercados”, considerou Art Hogan, da National Securities.


Para este analista, os investidores acolheram bem a nova notícia da baixa dos pecos do petróleo, que se aproximam dos níveis que tinham antes do início da invasão russa da Ucrânia.


Apesar de a incerteza continuar, “o nosso cenário central é o de a economia continuar a comportar-se bem no resto do ano, com os mercados de capitais a continuarem a adaptar-se aos ajustamentos de política monetária e à incerteza na frente da geopolítica”, detalhou


A sessão foi animada pelos valores chineses, vários dos quais passaram o dia ’em órbita’, como os conglomerados do comércio eletrónico Alibaba (+36,76%), Pinduoduo (+56,06%) ou JD.com (+39,36%).


As autoridades chinesas comprometeram-se na quarta-feira a garantir a estabilidade dos mercados financeiros e a trabalhar na resolução da crise do setor imobiliário chinês.


Os dirigentes de Pequim passaram também a apoiar o princípio de uma cotação das empresas chinesas no estrangeiro, o que é um volte-face depois de meses de pressão sobre os títulos presentes em Wall Street.


Segundo a agência Nova China, a China e os EUA estariam a trabalhar um compromisso que aliviaria as perspetivas das chinesas cotadas em Nova Iorque, que se encontram agora ameaçadas de irradiação.



RN//RBF


Lusa/fim

Sem comentários

deixar um comentário