16 Agosto 2022, 15:20

Zhou declarado apto após acidente no Grande Prémio da Grã-Bretanha de Fórmula 1

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Agora que chegou aqui…

Ao longo do último ano, o MUNDO ATUAL tem conquistado cada vez mais leitores.
Nunca quisemos limitar o acesso aos nossos conteúdos, ao contrário do que fazem outros órgãos de comunicação, e mantivemos sempre todas as notícias, reportagens e entrevistas abertas para que todos as pudessem ler.
Mas precisamos do seu apoio. Para que possamos, diariamente, continuar a oferecer-lhe a melhor informação, não só nacional como local, assim como para podermos fazer mais reportagens e entrevistas do seu interesse.
O MUNDO ATUAL é um órgão de comunicação social independente e isento. E acreditamos que para que possamos continuar o nosso caminho, que tem sido de sucesso e de reconhecimento, é importante que nos possa ajudar neste caminho que iniciámos há um ano.
Desta forma, por tão pouco, com apenas 1€, pode apoiar o MUNDO ATUAL.

Obrigado!

PUB – CONTINUE A LER A SEGUIR



O chinês Guanyu Zhou (Alfa Romeo) foi declarado apto pelo centro médico do circuito de Silverstone, depois de ter sofrido um acidente na primeira curva do Grande Prémio da Grã-Bretanha, 10.ª prova do campeonato do mundo de Fórmula 1.

“O condutor do carro n.º 24 (Zhou) foi declarado apto e libertado do centro médico”, anunciou a Federação Internacional do Automóvel (FIA), na rede social Twitter, pouco depois de ter dado conta da avaliação dos envolvidos nos incidentes ocorridos no arranque da prova britânica, que levaram à bandeira vermelha.

Alexander Albon (Williams) foi transportado de helicóptero para o hospital de Coventry, para avaliação preventiva, depois de a FIA ter revelado que os dois pilotos não tinham lesões graves.

O carro de Zhou foi ‘varrido’ pelo monolugar de George Russell (Mercedes), depois de um toque no de Pierre Gasly (Alpha Tauri), capotando e derrapando de forma invertida até embater na barreira que separa a pista da bancada, levando à mostragem da bandeira vermelha.

Ligeiramente atrás, Albon sofreu toques do francês Esteban Ocon (Alpine) e do japonês Yuki Tsunoda (Alpha Tauri).

A corrida esteve interrompida durante praticamente uma hora, tendo sido reatada, com o neerlandês Max Verstappen (Red Bull) no primeiro lugar, depois de ter ultrapassado o espanhol Carlos Sainz (Ferrari), que tinha partido pela primeira vez da ‘pole position’.

Tags

Sem comentários

deixar um comentário